sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

SOBRE A NOVA POLITICA DE PRIVACIDADE DO GOOGLE E NA NET


SE VOCÊ SE ACHAVA SEGURO ATRAS DO SEU PC, DENTRO DA SUA CASA...ESTA NA HORA DE REVER SEUS CONCEITOS!

Sou uma poetisa.

Mas hoje ao clicar sem querer um link sobre a nova politica de privacidade do Google me deu um nó no estômago!

Agora além de ter nossos IP (com isso nossos endereços) eles controlam até nossos telefonemas!

Por favor LEIAM TODA: http://www.google.com/intl/pt-BR/policies/privacy/preview/

Quando assistíamos filmes de ficção cientifica, onde um grupo de pessoas tinha controle sobre todas as informações das pessoas, achávamos que seria assim:SÓ na ficção! Mas não é não...

De acordo com a pesquisa "deles", ELES decidem a que sites ou paginas te encaminhar nas tuas buscas: Ou seja, não temos mais direito de escolher no todo, e sim nas opções que ELES nos dão.

E veja isso na nova Politica de "privacidade" do google: "...Quando você usa nossos serviços ou visualiza conteúdo fornecido pelo Google, podemos coletar e armazenar automaticamente determinadas informações"... "... informações de registro de telefonia, como o número de seu telefone, número de quem chama, números de encaminhamentos, horário e data de chamadas, duração das chamadas, informações de identificador de SMS e tipos de chamadas"...(Isso inclui GPS)

Ou seja: no fundo ninguém esta seguro mais.

Quem garante que só gente boa vai acessar essas nossas informações?Podem nos vigiar, roubar, sequestrar e ninguem mais tem intimidade...

O engraçado que PAÍS NENHUM faz nada pra restringir os poderes do Google...Porque sera??
(a poesia fica pra depois, agora é só indignação)

2 comentários:

Anima mea disse...

Querida amiga Vic,

Junto meu grito de indignação ao teu. Já faz certo tempo que venho notando as mudanças do Google no sentido de invasão gradativa e dissimulada a nossa privacidade como usuários dos serviços que coloca “gratuitamente” a nossa disposição na NET, tais como Blogger, Gmail, Orkut, Youtube, etc...

Quando li sobre a nova política de privacidade do Google, que passa a vigorar a partir de 31 de Março de 2012, me senti dentro do livro 1984 de George Orwell, com todos os meus passos sendo vigiados pelo GRANDE IRMÃO.

Qualquer semelhança não é mera consciência minha amiga...

Aliás, já vem sendo anunciado e utilizado como instrumento de manipulação, através da mídia mundial, a mais de10 anos... “BIG BROTHER”.

“O livro fala sobre o terror de viver sob o totalitarismo, onde o indivíduo é esmagado pela força do Estado, representado pelo Partido. É o Grande Irmão - o Estado está presente em tudo, observa, vigia para que ninguém saia da ordem - e constrói verdades e mentiras, necessidades e tabus, demonstrando como um governo é capaz de esmagar o indivíduo e a sua individualidade, em todas as suas formas.”

É um livro forte... quando li senti um medo enorme em relação ao futuro... em minha mente fiz uma projeção daquela ficção para a vida real e senti que o perigo estava mais próximo do que eu imaginava.

E aí está a confirmação... as novas tecnologias anunciam um perigoso caminho... como prova disso temos a politica de privacidade do GOOGLE que nos intima declaradamente a abrir mão da nossa liberdade de escolha e aceitarmos passivamente que sejamos desrespeitados em nossa intimidade permitindo que todos os nossos atos sejam observados e controlados por ELES. É o totalitarismo do poder virtual extrapolando para a vida real que nos deixa cada vez mais sem pontos de fuga.

Nenhum País vai fazer absolutamente nada para restringir os poderes do Google porque o Google é um instrumento do PODER.

Veja isso: “Qualquer forma autônoma de pensamento, a diversidade de ideias e a tomada de decisões livre de qualquer espécie de coação tornam-se praticamente insustentáveis diante da presença do medo e de todos os aparatos, símbolos do novo voyeurismo global. Como afirma Bauman, “não é mau definir épocas históricas pelo tipo de demônios íntimos que as assombram e atormentam”, além disso, o romance de George Orwell pode ser utilizado como forma de evitarmos os abusos tanto da tecnologia como da chamada indústria do medo, fazendo com que a ficção não seja o prenúncio de uma radical sociedade do controle.”

E aí te pergunto minha amiga... evitar como?

Escreveria muito mais a respeito... mas quando paro para pensar na dimensão de tudo isso sinto-me exausta.

Beijos!
MirrorWhelan

Victtoria Rossini Poesias disse...

o0
Me reservo no direito de te aplaudir!
Obrigada por estar sempre por perto e por (mesmo que esporadicamente) me dar o prazer de estar contigo!
beijos
AMEI o comentário!
bjss e sucesso querida