sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

CAPRICORNIUS


CAPRICORNIUS
(Victtoria Rossini)

Quem me olha de fora
Vê a dureza
Fortaleza
Da solidão

Não sabe que aqui
Dentro da caverna escura
Reina a alma pura
Que almeja o bem

Pés na terra
Olhos no céu

Sigo sempre em frente
Indiferente
As pedras
As dores
Aos desamores
Que tentam me derrubar

Logo ali
Está o que anseio.
Chegarei...Com certeza!
É só mais uma pedra
Mais um passo...
E eu me acho


Da série Zodiacs

2 comentários:

SEL disse...

MINHA QUERIDA AMIGA,UM ENCANTO SOBRE O SIGNO..SUCESSO..FELIZ ANO NOVO,UMA ALEGRIA ESTAR AQUI,MINHA FADINHA!!!E OS OUTROS SIGNOS??KKKK AMEI..BELISSMO O BLOG..SHOWWWWWWWWW.TE AMOOO

PAULO disse...

BOA TARDE MINHA MUITO QUERIDA AMIGA! PRIMEIRAMENTE PARABENS POR ESTE LINDO POEMA, CAPRICORNIUS, PELA DELICADEZA MÁGICA COM QUE TRAÇAS O MAPA DE UMA ALMA! tAMBÉM PELA CRIATIVIDADE DA SÉRIE! GOSTO DE ESCREVER POEMAS ASSIM TAMBÉM, MAS ATUALMENTE NÃO SEI O QUE HOUVE COM A MINHA INSPIRAÇÃO RSRS! GRANDE BEIJO E UMA ÓTMA ENTRADA DE SEMANA!