quinta-feira, 30 de junho de 2011

FUSÃO


FUSÃO
(Victtoria Rossini)

Sei que fazermos amor
Seria algo
Como consoantes
Se fundindo
E explodindo
Em vogais
(uiiis...e ...aais)

Eclipses
Cataclismos
Temporais

Um poeta
Encontrando sua rima
Um profeta
Cumprindo sua sina

Asteróides
Sem orbitais

2 comentários:

Ricardo Barras disse...

Elaaah um belo poema...

Sensual e romântico ao mesmo tempo

Bravo!

Hehe

Abraços :)

Victtoria Rossini Poesias disse...

:)
Obrigada poeta!!
Diria quase trágico :D
abraços poéticos